Angélica revela que sofreu abuso sexual quando era menor de idade
  • Angélica revela que sofreu abuso sexual quando era menor de idade

    Angélica revela que sofreu abuso sexual quando era menor de idade. Foto: Reprodução Instagram
    Angélica revela que sofreu abuso sexual quando era menor de idade. Foto: Reprodução Instagram
    Angélica revela que sofreu abuso sexual quando era menor de idade. Foto: Reprodução Instagram

    A apresentadora e esposa de Luciano Huck, Angélica surpreendeu os seguidores nesta segunda-feira (28) ao revelar que sofreu um abuso sexual, quando ainda era menor de idade. Pela primeira a ex-apresentadora infantil, comentou o assunto e ainda incentivou vítimas a não se calarem diante das mesmas situações.

    + Apresentador do Globo Rural deixa o programa após quase 27 anos
    + Paolla Oliveira aposta em look ousado para ensaio de Carnaval
    + Bruno Gagliasso encanta fãs ao mostrar passeio de quadriciclo com a filha, Titi
    + Rafa Kalimann nega ficada com Neymar: “Notícia falsa”

    Durante uma entrevista com a advogada Luciana Temer para o site Mina Bem-Estar, onde o tema foi A Exploração e o Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes, Angélica explicou que a situação ocorreu na época em que ela lançou o famoso hit Vou de Táxi.

    “Eu estava fazendo foto, estava lançando o ‘Vou de Táxi’, devia ter uns 15, 16 anos. Eu estava em Paris, fazendo foto, porque a música ‘Vou de Táxi’, é uma versão de uma música francesa. E estava na rua com 15 anos fazendo foto, os franceses perguntavam ‘quem é?’, ai falavam ‘ah é apresentadora brasileira’. ‘Ah é brasileira…’ eles falavam”, iniciou ela.

    “Era um grupo de jovens, de homens, meninos. O fotografo falou ‘fica aqui do lado dela pra fazer foto’. E aí vieram aqueles meninos todos e quando o fotógrafo falou que era uma brasileira, cantora do Brasil, eles foram chegando perto de mim e se esfregando em mim”, revelou a apresentadora.

    Angélica contou ainda que ficou sem reação: “Um dos meninos ficou passando a mão na minha bunda. Passando a mão em mim inteira. Eu estava atrás de um táxi, ninguém estava vendo e eu não fiz nada”.

    + Oscar 2022: cor do vestido de Nicole Kidman foi criada especialmente para a atriz. Saiba detalhes!
    + Respiração: colar ajuda a controlar ataques de ansiedade e de pânico. Conheça Komuso!
    + Jornalista abandona programa apos modelo admitir ter feito topless em clássico “só para causar”

    Angélica ainda disse que estar em outro país deixou as coisas mais complicadas “Eu estava num país que não era o meu, eles conversavam numa língua que não era a minha. É um assunto que ninguém fala… Eu estava sendo ali violentado por dois, três meninos, ninguém viu, eu sabia e eu não tive reação nenhuma, não fiz nada”, contou.

    Em seu perfil no Instagram, Angélica também comentou o assunto. Em um vídeo, ela demonstrou apoio a outras vítimas: “Convido vocês, que sofreram qualquer tipo de abuso/assédio, a me mandarem seus relatos através do meu direct, em formato anônimo ou se identificando. Eu vou recontar sua história, vamos quebrar esse silêncio. Juntas somos sempre mais fortes!”, escreveu.



    arrow